Blue Studio Express

Conteúdo Patrocinado

Mercado Imobiliário

Venda de NR: como o Charlie auxilia na comercialização dessa modalidade?

Estadão Blue Studio Express
Conteúdo de responsabilidade do anunciante 15 de julho de 2022

Destinadas à prestação de serviços de hospedagem, moradia temporária ou provisória,
unidades conhecidas como NR contam com diversos benefícios.

Ideia Production Aprovação do cliente Responsável Fausto Genaro Conteúdo Estado Em andamento Visão geral Venda de Imóvel NR: como o Charlie auxilia na comercialização dessa modalidade?Foto: Divulgação Charlie

Ideal para atender à demanda de aluguéis de giro rápido, os imóveis não residenciais, também conhecidos como NR, são uma ótima opção para os investidores. As locações de curta estadia ou short stay garantem o retorno desejado em um tempo muito menor do que o tradicional. O benefício torna-se ainda mais fácil para quem conta com o suporte do Charlie – startup que transforma a maneira de morar, mesclando o universo da hospitalidade com os confortos de casa e tecnologia.

Dados da startup inglesa Nested demonstram que são necessários 279 meses para reaver o valor investido por meio do modelo tradicional. Por sua vez, os imóveis NR utilizados em locações de curta temporada conseguem isso em um terço desse período.

Para quem não está familiarizado com o assunto, é importante conhecer as diferenças. O imóvel residencial pode ser utilizado tanto para moradia quanto para a geração de renda. Nesse caso, é permitida a locação via canais de venda e particulares. Imóveis regidos pela Lei do Inquilinato (Lei 12.112/09) permitem contratos de locação por temporada (até 90 dias) ou tradicionais (acima de 90 dias).

Já os imóveis conhecidos como NR são unidades destinadas à prestação de serviços de hospedagem, moradia temporária ou provisória. Dessa forma, a unidade não pode ser utilizada como moradia pelo proprietário.

São unidades concebidas para hospedagens. Ou seja, não sofrem risco de impossibilidade de operação por conta de demandas de condôminos. Além de atenderem às normas de acessibilidade, sistema de detecção de fumaça. E, em alguns casos, são comercializadas com ótimas condições pelas incorporadoras, o que as torna ainda mais rentáveis ao investidor”, explica Aarti Waghela Charlie, Head of Growth do Charlie.

Diferenciais e vantagens do NR

Entre os diferenciais do NR, pode-se destacar que esses imóveis não são regidos pela Lei do Inquilinato, respeitando nesse caso a Lei Geral do Turismo (Lei 11.771/08). Por conta da possibilidade de emitir nota fiscal, pode atender a negócios comerciais como agências de viagens e empresas.

Outra vantagem é que podem ser anunciados como unidades hoteleiras em agências online. Dessa forma, o valor da tarifa tende a ser mais alto, garantindo uma remuneração melhor para o investidor.

Outro ponto interessante é a ausência de vínculo de inquilinato, pois atua com contrato de hospedagem. Com isso, em caso de inadimplência, é possível até mesmo travar a porta e reter bagagem.

Para o investidor que se interessou nessa modalidade, é importante destacar que, para atuar como um imóvel NR, é obrigatório tirar a licença de operação. Aqui já surge uma das vantagens em contar com o suporte do Charlie, já que a solução faz esse trâmite sem custos para o proprietário.

Com um leque maior de opções, o retorno maior também é um outro benefício. “Além de potencializarmos a receita através de nossa ferramenta de precificação dinâmica, as unidades Não Residenciais permitem que possamos atingir um público corporativo, que prefere contratos de hospedagens ao invés de locação. E esse público, além de ser bastante relevante, costuma gerar valores de diárias superiores ao cliente individual”, destaca.

Benefícios para as incorporadoras

Já para as incorporadoras, a solução também agrega importantes vantagens. “Por serem unidades voltadas a investimento e que demandam alguns atendimentos à legislação, como licença de funcionamento, emissão de nota fiscal, é importante uma gestão profissional como o Charlie para lidar com todos esses aspectos”, afirma.

A Trisul, por exemplo, trabalha no mercado de imóveis NR focado no investidor final. “Por ser um público totalmente investidor, a Trisul utiliza uma linguagem e estratégia voltadas para esse público,em que falamos sobre rentabilidade x custo benefício. Isso pois, de modo geral, nossos NRs possuem um preço mais competitivo do que outras unidades dentro do próprio projeto, o que torna mais atrativo e rentável ao investidor”, fala Victor Saad, diretor Comercial da incorporadora.

Para Saad, a parceria com o Charlie contribui principalmente na questão do conforto do investidor. “Antes, após a entrega de uma unidade, o investidor corria atrás de um arquiteto para fazer projeto, mobiliar a unidade e, depois de mobiliada, ia atrás de imobiliárias para colocar seu imóvel para locação, contratos, etc. Hoje, com a parceria estabelecida, ele tem a opção de deixar o Charlie cuidar dessa parte burocrática e operacional. Seu trabalho é acompanhar o retorno financeiro que sua unidade está lhe oferecendo pelo relatório do investidor.

Tellio Totaro, Superintendente de Incorporação da EZTEC explica que o mercado de imóveis NR ainda é muito incipiente no Brasil. Dessa forma, ele acredita que contar com ferramentas como o Charlie ajuda a desmistificar essa frente e garantir praticidade aos investidores. “É a união entre a proficiência e a desburocratização, tornando o assunto mais simples para avaliação rápida e, consequentemente, para a tomada de decisões mais assertivas.

Totaro acrescenta ainda que a solução se transforma em um diferencial para atrair os investidores. “A ferramenta contribui na otimização do tempo do proprietário por meio de um acompanhamento eficaz das locações e dos serviços sob demanda, de forma totalmente transparente e segura, aspectos essenciais quando falamos de investimentos”, finaliza.

Para conhecer com detalhes os diferenciais de contar com o suporte desta solução para os imóveis NR é só acessar o site do Charlie.

Patrocinado por:

Encontrou algum erro? Entre em contato